Buscar
  • Bibi Aquino

Se eu posso, você também pode!

Vencendo desafio, um pedaço da minha historia.

Hoje quero contar um pouco para vocês de como comecei a desenhar; quando era pequena costumava a ficar passeando pelo pátio olhando as outras crianças brincarem, e em especifico olhava um guri lá no refeitório, hahaha não ficava olhando do jeito que você deve estar imaginando!


Ele desenhava no refeitório e era incrível aquilo. Até que um dia tomei coragem e decidi perguntar se ele poderia me ensinar a desenhar. Nossa, respirei fundo, e fui, parecia que iria dizer para um garoto que eu estava apaixonada por ele, mas não, só queria aprender a desenhar.


Quando pedi, o menino olhou bem nos meus olhos de pânico e disse " Não, Menina não desenha!", foi muita maldade, por que existe esse machismo de achar que menina tem que fazer determinada coisa e menino outra? Puxa vida eu só queria desenhar igual, fazer todos aqueles personagens incríveis e me divertir junto com aquele grupo!


Pois bem voltei para casa triste, e passei a noite pensando o que eu faria, Bom acordei com um objetivo eu iria desenhar, nem que eu tivesse de virar espiã. Desse momento em diante, eu virei um certo tipo de pessoa que persegue a outra uma stalker, ficava vendo o que ele fazia para desenhar, o que usava, etc... hahaha, mas percebi que não iria adiantar, teria de pensar em outra forma, se eu quisesse desenhar profissionalmente.



Logo peguei figurinhas de bala/chiclete e comecei a ampliar os desenhos, juntava dinheiro do lanche para comprar aquelas revistas de desenho nas bancas. Pedi para meus pais me colocarem em uma escola de desenho, que para conseguir pagar, fizeram uma troca de aulas de desenho pela estrutura das mesas de desenho, enfim, estudei um bom tempo por meio dessa forma de "escambo", e logo mais tarde fui convidada para dar aulas para as crianças na mesma escola que me formei em vários cursos.



Você deve estar se perguntando e o guri, o que deu dele? Hahaha pois bem, certo dia indo para aula em um sábado ensolarado, onde os pássaros cantavam enlouquecidos

(Momento de drama) passei na padaria para comprar pão de queijo e quem me atendeu? exato, a Madonna!

Não, mas foi o guri! Ele arregalou os olhos e me viu com uma pasta no tamanho A2 com vários desenhos a mostra pois a pasta era transparente; a seguir diálogos de uma cena digna de Oscar.


ele: Você está desenhando?

Bibi: Sim, (nesse momento eu demostrava um orgulho no meu sim, minha cabeça estava erguida como seu eu fosse uma celebridade hahaha)

Ele: Nossa, e você trabalha com isso?

Eu: Sim, e pelo visto você agora trabalha na padaria né! (momento dando na cara dele)

Ele: é né!

Eu saí sorrindo como se tivesse mostrado para ele que eu podia fazer, o que eu queria, que não tinha nada de coisas de menino ou menina e que são apenas coisas que nos fazem felizes!


Parte do sketchbook da Bibi Aquino

E o que eu aprendi com isso? QUE EU POSSO FAZER O QUE EU QUERO! E que ninguém pode me dizer o que não sou capaz de fazer!

Então para você que está lendo, não permita que ninguém diga a você o que pode ou não fazer, podemos fazer qualquer coisa pois somos seres humanos e aprendemos, pode demorar, mas com prática e persistência tudo é possível! Gratidão a todos, e vai desenhar que já deu por hoje hahaha!

Mas diz ai já passou por algo do tipo? ou está passando? conta ai vamos compartilhar nossas experiencias!




abraços

Bibi Aquino

62 visualizações

©2019 by Aquino Studio